Ads Top

Racismo no CQC

Ontem, (segunda-feira, 28) quem assitiu o programa de TV “CQC” viu o início de mais uma polêmica (como diz o Cléber) bombástica!

Durante uma entrevista no último bloco do programa chamado “O povo quer saber”, Preta Gil fez uma pergunta ao Deputado federal pelo PP do Rio, Jair Bolsonaro, ao qual o deuputado deu sua sincera resposta que não agradou nada a autora da pergunta, e a muitos outros cidadãos.

O político, de extrema direita, só deu respostas racistas e preconceituosas ao longo de toda entrevista. E na última pergunta, a filha de Gilberto Gil perguntou: "Se seu filho se apaixonasse por uma negra, o que você faria?" A resposta foi chocante: "Ô, Preta, eu não vou discutir promiscuidade com quem quer que seja. Eu não corro esse risco e meus filhos foram muito bem educados e não viveram em ambientes como, lamentavelmente, é o seu."

Em questão de segundos, a página da cantora no microblog Twitter foi invadida por mensagens de solidariedade e revolta com as declarações. Preta, que não assistiu à entrevista, esperou para ver o vídeo na internet para tomar uma decisão: "Advogado acionado!. Sou uma mulher negra, forte e irei até o fim contra esse deputado, racista, homofóbico, nojento, conto com o apoio de vocês.  Quando gravei o quadro pro 'CQC', a produção me pediu que fizesse uma pergunta ao deputado Jair Bolsonoaro. Fiz a pergunta, e não vi a resposta dele", contou Preta pelo microblog.

Até o meio da madrugada, a cantora recebeu diversas mensagens de solidariedade e foi feita uma carta aberta contra o tal político.

E mais uma vez inicia-se mais um capítulo de palhaçada racial.

Confira o vídeo polêmico abaixo.

Obs: Só lembrando que não estou a favor do Jair Bolsonaro, mas também não estou do lado da Preta Gil.

Nenhum comentário:

Tecnologia do Blogger.